quinta-feira, 11 de outubro de 2007

Vai entender

Foto: Ana Meireles

Não entendo. Isso é tão vasto que ultrapassa qualquer entender. Entender é sempre limitado. Mas não entender pode não ter fronteiras. Sinto que sou muito mais completa quando não entendo. Não entender, do modo como falo, é um dom. Não entender, mas não como um simples de espírito. O bom é ser inteligente e não entender. É uma benção estranha, como ter loucura sem ser doida. É um desinteresse manso, é uma doçura de burrice. Só que de vez em quando vem a inquietação: quero entender um pouco. Não demais: mas pelo menos entender que não entendo."Não entendo. Isso é tão vasto que ultrapassa qualquer entender. Entender é sempre limitado. Mas não entender pode não ter fronteiras. Sinto que sou muito mais completa quando não entendo. Não entender, do modo como falo, é um dom. Não entender, mas não como um simples de espírito. O bom é ser inteligente e não entender. É uma benção estranha, como ter loucura sem ser doida. É um desinteresse manso, é uma doçura de burrice. Só que de vez em quando vem a inquietação: quero entender um pouco. Não demais: mas pelo menos entender que não entendo.Não entendo. Isso é tão vasto que ultrapassa qualquer entender. Entender é sempre limitado. Mas não entender pode não ter fronteiras. Sinto que sou muito mais completa quando não entendo. Não entender, do modo como falo, é um dom. Não entender, mas não como um simples de espírito. O bom é ser inteligente e não entender. É uma benção estranha, como ter loucura sem ser doida. É um desinteresse manso, é uma doçura de burrice. Só que de vez em quando vem a inquietação: quero entender um pouco. Não demais: mas pelo menos entender que não entendo.

* Clarice Lispector *

4 Comentários:

Blogger Aline e Marcelo disse...

Isso me lembrou a filosófica frase: Tudo o que sei é que nada sei.
Amo essa frase. Ela nos coloca em nossos devidos lugares frente aos infinitos mistérios do universo e da vida.
Todo dia é um aprendizado novo.
Só nos resta tentar aprenser, mesmo que não entendamos..

Beijos,

11 outubro, 2007 15:05  
Blogger Girassol disse...

Tem coisas que depois que as entendemos perdem toda a magia...
às vezes a "ignorância" pode ser uma benção, a necessidade de entender demais pode tornar-nos demasiado descrentes do que realmente importa.

Beijo.
Bom feriado.

12 outubro, 2007 08:17  
Blogger Mila disse...

xi... não entendi....
Mas que parece triste... isso parece...
Beijos Mila

12 outubro, 2007 15:56  
Blogger bia de barros disse...

Simples e socrático.
Tens muito bom gosto, guria.
*;

16 outubro, 2007 17:10  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial