segunda-feira, 24 de março de 2008

Sabe...



...o meu gostar por você chegou a ser amor, pois se eu me comovia vendo você, pois se eu acordava no meio da noite só pra ver você dormindo, meu Deus...como você me doía! De vez em quando eu vou ficar esperando você numa tarde cinzenta de inverno, bem no meio duma praça, então os meus braços não vão ser suficientes para abraçar você e a minha voz vai querer dizer tanta, mas tanta coisa que eu vou ficar calada um tempo enorme...só olhando você, sem dizer nada só olhando e pensando: Meu Deus, mas como você me dói de vez em quando!


* Caio Fernando Abreu *

9 Comentários:

Blogger Jana disse...

eu amo Caio F. e esse trecho até ja postei...

Gosto muito!

25 março, 2008 08:44  
Blogger Lorita disse...

Amiga, que coisa linda é doer desse jeito né? ai ai ai...

bjm

25 março, 2008 09:34  
Blogger Alê disse...

Amo Caio Fernando Abreu. Já leu "MOrangos Mofados"?]
Bjos

25 março, 2008 12:41  
Blogger Elenita de Castro disse...

um amigo me apresentou o caio...
desde então eu me pergunto que amores esse homem viveu pra poder traduzir tão bem assim. :~

27 março, 2008 11:04  
Blogger Pavón disse...

Conheço pouco do Caio F. Abreu, mas o pouco é muito intenso...

Beijos!!

28 março, 2008 12:26  
Blogger lyS disse...

Tb conheco pouco de Caio de Abreu, mas me encanto com suas palvras.

31 março, 2008 12:43  
Blogger Ane Talita disse...

Adoro pessoas que doem...;)
Embora eu seja medrosa...

beijo!

03 abril, 2008 20:12  
Blogger Adryana Araújo disse...

Q lindo, amiga!
Tão forte!!!

Superbeijo!

P.S.: O endereço do meu blog mudou. Agora é:
http://vinho-da-alma.blogspot.com

04 abril, 2008 10:19  
Blogger Vida em Palavras disse...

Não conheço o Caio mas amei as palavras, sou daquelas que leio imaginando a sena e consegui sentir a dor de quem espera no meio da praça em um dia cinzento. Adorei seu Blog

04 abril, 2008 15:17  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial